Clínica aberta de psicanálise
Resultados de busca: (43)

Clínica aberta de psicanálise

Sábados / Atendimentos presenciais

A psicanálise é uma prática de cuidado que busca a transformação de impasses, emocionais e da vida, a partir da fala e da escuta mútua. A Clínica aberta de psicanálise é um projeto voluntário que oferece atendimentos gratuitos na Casa do Povo aos sábados, por ordem de chegada.

Fazendo junto: Cooperativismo e Autogestão

12 de março, 10h às 13h / Inscrições abertas

Iniciativas que vivem o cooperativismo e a autogestão no dia a dia compartilham seus desafios e perspectivas em um encontro presencial na Casa do Povo. Participam do encontro o Movimento Sem Terra (MST), Passe Livre (MPL), BIRICO e Arco Escola-Cooperativa. A atividade é parte da programação formativa do voluntariado da Casa do Povo. Inscreva-se.

Ciclo de formação do voluntariado 2022

Inscrições encerradas

Nos dias 05 e 06 de fevereiro acontece a primeira formação do voluntariado em 2022. Será apresentada a história e funcionamento da Casa do Povo além das frentes de ação organizadas pelo voluntariado. Para ser voluntárie da Casa do Povo, recomendamos a participação nesta formação. Saiba mais.

Noa Eshkol: corpo coletivo

21 de agosto a 15 de outubro / Terça a sabádo, das 12h às 18h

A exposição é uma correalização da Casa do Povo com a Fundação Bienal de São Paulo e integra a rede da 34ª Bienal. As obras de Eshkol também estarão na mostra da 34ª Bienal. Por meio de documentos, obras têxteis e vídeos, é destacado o caráter coletivo e comunitário do trabalho de Noa Eshkol, que se cruza e se confunde em tantos momentos com a própria história da Casa do Povo.

CASA-ESCOLA: Ool por Luiza Crosman

Confira as pessoas selecionadas

CASA-ESCOLA é o projeto pedagógico da Casa do Povo. Ool é o nome desta edição, desenvolvida pela artista Luiza Crosman. O programa imersivo acontece entre agosto de 2021 e junho de 2022. Acesse a proposta completa aqui.

Fundo Colaborativo para artistas e criadores

O Fundo Colaborativo atua para captar doações e distribuí-las para artistas e profissionais das artes de todo o país, se estabelecendo como uma rede viva, sempre aberta para mais apoiadores que compartilhem dos mesmos princípios e motivações.

Imigração coreana para São Paulo e o setor da confecção Aula aberta com Ester Bae e coletivo Mitchossó

19 de junho, 14h / Online

Memória Viva é um ciclo de conversas públicas em que três diferentes comunidades – a coreana, a judaica e a boliviana – compartilham ferramentas coletivas usadas para dar suporte e acolher os imigrados que por aqui chegavam.

ZOOMZZ Cristian Duarte em companhia

Quartas, 16h / Até 12 de maio / Online
ZOOMZZ é uma aula-performance online de Cristian Duarte em companhia que acontece todas as quartas-feiras, às 16h. Saiba mais.

Encontro de corais ONLINE

05 de dezembro, 16h / Transmissão ao vivo

O evento que reúne grupos que apresentam seus repertórios de canções em um encontro virtual, com o Coral Tradição como anfitrião. A apresentação é aberta com transmissão ao vivo nos canais do Youtube e Facebook da Casa do Povo.

Publication Studio São Paulo

PS_São Paulo é um projeto editorial que alia edição, produção e circulação de livros em seu espaço como busca por autossuficiência e investigação sobre a prática de publicar. O coletivo é residente da Casa do Povo e atua no espaço do Parquinho Gráfico.

Campanha Cuide do Bom Retiro Relatório de resultados

Acesse o relatório completo para conhecer em detalhes todos os impactos positivos da campanha Cuide do Bom Retiro, que aconteceu entre março e junho de 2020 reunindo 21 parceiros do território.

Legítima Defesa

A Casa do Povo recebe o coletivo Legítima Defesa, selecionado pela chamada aberta da Residência para Coletivos realizada em 2019. Intercalando períodos de pesquisa com atividades públicas, a residência conta com uma série de intervenções.

Parquinho Gráfico

Mantido por artistas, coletivos e designers, o Parquinho aproxima práticas de edição, design, impressão e acabamento que buscam gerar autonomia e autossuficiência para projetos e parcerias na produção gráfica.

Grupo de consumo responsável Ponto de distribuição Terra e Liberdade

Entregas quinzenais às quintas, das 12h às 18h

A Casa do Povo é um ponto de distribuição quinzenal das cestas de orgânicos da agricultura familiar. As encomendas podem ser feitas diretamente no site do projeto. Saiba mais.

Círculo de Reflexão sobre Judaísmo Contemporâneo #27 com Giselle Beiguelman

18 de abril, 11h às 13h / Grupo de estudos

A  reinvenção dos espaços públicos, a acelerada invasão da esfera privada e as contribuições e riscos das redes digitais são tema do Círculo de Reflexão #27. A conversa online será mediada por Giselle Beiguelman, historiadora, professora da FAU-USP, artista e pesquisadora de temas relativos à arte digital, políticas de preservação e da memória, arte e ativismo na cidade em rede.

Black Brecht: E se Brecht fosse Negro?

12 e 13 de março, 19h / Temporada / 2020

E se Brecht fosse Negro? Qual seria o lugar ocupado pela raça? Sua obra seria lida por uma perspectiva interseccional? Guiado por estas questões, o coletivo Legítima Defesa apresenta o espetáculo Black Brecht: E se Brecht fosse Negro?, que integra a programação da mostra de artes cênicas FarOFFA

Círculo de Reflexão sobre Judaísmo Contemporâneo #26 Com José Neistein

14 de março, 11h às 13h / Grupo de estudos / 2020

Existe uma arte judaica? Como é possível caracterizá-la, dada a ausência de unidade nas expressões plásticas produzidas por artistas judeus ao longo da história? Este é o assunto do Círculo de Reflexão #26, que será mediado por José Neistein, filósofo e crítico de arte.

Chamada aberta 26ª Feira Tijuana

A Feira Tijuana é a primeira feira de publicações e livros de artista organizada no Brasil. As inscrições estão abertas até 7 de abril.

Casa do Povo 65 anos!

11 de agosto, das 13h às 22h / 2018

Comemorando 65 anos, o aniversário da Casa do Povo acontece com programações simultâneas, gratuitas e espalhadas por todos os andares.

Junho sendo

06 a 23 de junho / 2018

5 anos depois dos protestos que fizeram milhares de pessoas ocuparem as ruas do Brasil se auto-organizando, diversos ativistas, coletivos e movimentos se reuniram para produzir este evento de interação e ação coletiva.

Quando Quebra Queima

04, 05, 06 e 13 de maio / 2018

Estreia da ColetivA Ocupação, Quando Quebra Queima é uma peça construída por estudantes que viveram o processo de ocupações e manifestações do movimento secundarista em 2015 e 2016.

Batalla Callejera

28 de abril

Batalla Callejera é uma batalha de rimas improvisadas em espanhol. Teve início em 2015 no Projeto Kantupac e em 2017 passou a acontecer quinzenalmente no bairro do Brás. Atualmente acontece na Rua Joli,181 e se tornou um movimento único no cenário nacional de batalhas.

Ídiche Grupo de estudos

Terças, 20h

Os encontros do grupo são dedicados ao estudo do ídiche e partem de um metódo de aprendizagem sem mestre, com exercícios que incluem conversações, leituras, estudos da gramática, músicas e provérbios.

Maratona Errorista Etcétera

Obras comissionadas / 2017

Ação proposta pelo coletivo Etcétera para o projeto História(s), a prova de pedestres denominada Maratona Errorista é a primeira e última corrida desse gênero.

Residência para Coletivos 2018

Inscrições encerradas / 2018

A Residência para Coletivos é uma chamada aberta que acontece desde 2015 e visa fortalecer práticas coletivas, artísticas ou não, que pertençam ao campo ampliado da cultura.

Visual AIDS Exibição + Debate

01 de dezembro, 17h30 às 22h / Eventos acolhidos / 2018

A programação do Visual AIDS aborda o impacto da arte no ativismo e na luta contra a AIDS, comissionando vídeos em curta-metragem de seis coletivos e organizações comunitárias nos Estados Unidos

30 anos do Coral Tradição

15 de dezembro, 16h / Povo da Casa

Encerrando a programação de 2018, a Casa do Povo celebra, no dia 15 de dezembro, os 30 anos de atividades ininterruptas do Coral Tradição.

Publicação: Laboratório para Estruturas Flexíveis

Leia online / 2017

O Laboratório para Estruturas Flexíveis é um programa que se estendeu ao longo de um ano discutindo técnicas de gestão de diversas iniciativas culturais.

MITsp / Ações Pedagógicas Coletividades em cena - Encontros de resistência

11 a 15 de março / Inscrições abertas até 01 de março / 2019

Durante cinco dias, ativistas, performers e representantes de movimentos sociais da América Latina – todos eles com histórico de participação em atos públicos – experimentam uma proposta de convívio a fim de compreender e partilhar as causas que os movem. Inscrições abertas.

Temporada 2019 Quando Quebra Queima

15, 22 e 29 de março, 20h / Performance / 2019

Depois de 1 ano da sua estreia na Casa do Povo, e de uma circulação por diversos espaços da cidade, a coletivA Ocupação apresenta uma nova temporada de Quando Quebra Queima.

Coral Tradição

Segundas, às 19h30

O Coral Tradição canta exclusivamente na língua ídiche e desenvolve suas atividades na Casa do Povo desde 1989. Seu reperório é composto por músicas folclóricas e populares com o objetivo de preservar as canções e outros valores culturais criados em ídiche para transmiti-los às novas gerações.

Grupo Mexa

O Grupo MEXA se utiliza de táticas artísticas para defender e promover o encontro da diversidade da população em situação de vulnerabilidade social. O grupo foi selecionado em 2016 pela Residência para Coletivos e desde então continua usando o espaço para o desenvolvimento de suas práticas.

Coletivo Mitchossó

Mitchossó reúne pessoas da colônia coreana para compartilhar relatos e experiências pessoais, questionando assuntos considerados polêmicos ou proibidos dentro da comunidade a fim de criar novos laços de cumplicidade.

ColetivA Ocupação

A ColetivA Ocupação é encontro entre estudantes, artistas e performers que se conheceram durante as ocupações decorrentes da reorganização escolar proposta pelo Governo do Estado de São Paulo em 2015 e 2016.

Ocupeacidade

O Ocupeacidade é um encontro de pessoas interessadas em produzir coletivamente ações artísticas nos espaços públicos da cidade.

Ateliê Vivo

O Ateliê Vivo propõe trabalhar a autonomia no processo de construção de uma peça de roupa por meio do resgate de técnicas manuais.

Laboratório para Estruturas Flexíveis

23 a 28 de outubro / 2017

Laboratório para Estruturas Flexíveis é um programa que se estendeu ao longo de um ano discutindo técnicas de gestão de diversas iniciativas culturais.

Estudos do comum

13 a 16 de novembro / Projetos / 2019

O programa propõe reunir agentes que compartilham e reinventam diariamente a noção de comum em contextos e espaços diversos: o quilombo urbano Casa Tainã, em Campinas, o Instituto Procomum, em Santos, o Casco Art Institute, em Utrecht (Holanda) e a Casa do Povo, em São Paulo.

Residência para Coletivos 2019

Inscrições encerradas. Acesse o resultado da convocatória

A Residência para Coletivos acontece desde 2015 e tem o objetivo de incentivar práticas coletivas que pertençam ao campo ampliado da cultura.  Acesse o resultado da convocatória.

DESLOCAR É PRECISO

15 a 25 de julho / Projetos / 2019

O projeto Lanchonete<>Lanchonete é um dos coletivos e artistas convidados pela Casa do Povo para imaginar o futuro jardim da instituição. Por meio de ações e conversas, que acontecem dentro e fora da Casa, seus integrantes partem das suas experiências de deslocamento para pensar o comum.

Mutirão de (des)organização Mariana Lanari

20 de julho / Inscrições abertas / 2019

Junto com a artista Mariana Lanari, um mutirão de leitores irá acelerar o mapeamento coletivo da Biblioteca da Casa do Povo. A separação por idioma e estado de conservação soma-se à critérios menos objetivos, a serem articulados coletivamente pelo grupo.

Cozinha aberta Por que fazer arte se falta comida? por Universidad Desconocida

03 a 31 de maio / Sextas, 13h às 15h / 2019

Durante o mês de maio, a UU propõe a cozinha da Casa do Povo aberta para o bairro com refeições feitas a partir da coleta da xepa da feira na rua Antônio Coruja, no Bom Retiro.

Arquivo Vivo Biblioteca da Casa do Povo

Terça a sábado, 14h às 19h / Projetos permanentes

A Biblioteca materializa uma série de convivências invisíveis e saberes coletivos que acontecem diariamente na Casa do Povo, colocando em um mesmo lugar práticas que normalmente acontecem em tempos e espaços separados.