Povo da Casa

Mitchossó
Grupo de estudos

Mitchossó
Grupo de estudos

mitchossó
1/1

Mitchossó é uma expressão coreana que se traduz para o português como “enlouqueceu?” e normalmente é utilizada para confrontar comportamentos transgressores de uma convenção social. Mitchossó é um coletivo coreano-brasileiro que reúne pessoas da colônia coreana para compartilhar relatos e experiências pessoais, questionando assuntos considerados polêmicos ou proibidos dentro da comunidade a fim de criar novos laços de cumplicidade. 


Além dos encontros fechados para os integrantes, o coletivo organiza um grupo de estudos mensal na forma de uma roda de conversa com discussões teóricas que envolvem uma vivência asiática, para além da coreana, e seus embates contemporâneos.



Identidade coreana:
o xamanismo na formação da figura da mulher na contemporaneidade

Especulações a partir de uma análise antropológica com Rebeca Pak, artista visual 

06 de dezembro, sexta-feira, 19h às 21h30

Para participar, preencha o formulário neste link.


O mito do corpo perfeito

29 de setembro, domingo, 15h


Pensando o corpo amarelo

25 de agosto, domingo, 15h

Povo da Casa

Entre coletivos artísticos, movimentos autônomos, iniciativas comunitárias e associações do Bom Retiro, a Casa do Povo reúne projetos que fazem uso do espaço e participam de seu funcionamento. Essa comunidade autogerida, chamada Povo da Casa, desenhou uma série de acordos que garantem a sua participação na vida institucional. Forma-se, assim, um povo em constante construção – um encontro de iniciativas coletivas que driblam as diferenças culturais para criar um conjunto cuja unidade nasce de sua heterogeneidade e mobilidade.

  • Filtrar
  • Saúde
  • Performance
  • Judaísmo
  • Ver todos