Exibição Ex-Pajé
Cura Bra Cura Té

Exibição Ex-Pajé
Cura Bra Cura Té

expajé
1/1

Exibição Ex-Pajé

28 de junho

20h


Exibição Auto de Resistência

12 de julho

20h

No contexto da instalação Cura Brá Cura Té, parte da exposição Sopro, que acontece na Pinacoteca do Estado de São Paulo até 15 de julho, a Casa do Povo acolhe o artista Ernesto Neto para duas sessões de filme com debates nos dias 28 de junho e 12 de julho.


Programação


28 de junho, 20h

Exibição do filme Ex-Pajé, de Luiz Bolognesi, seguido de uma conversa com Carlos Papá Mirim, Cristine Takuá, Luiz Bolognesi e Pastor Ariovaldo Ramos


Até o contato do povo Paiter-Suruí com os brancos, em 1969, Perpera era um pajé poderoso. Após a chegada dos brancos, um pastor evangélico afirma que pajelança é coisa do diabo e Perpera perde seu papel na tribo, passando a viver com medo dos espíritos da floresta. Mas quando a morte ronda a aldeia, o poder de falar com os espíritos pode novamente ser necessário.


Sobre os participantes da conversa


Carlos Papá Mirim

É pajé e cineasta indígena do povo Guarani Mbya. Trabalha há mais de 20 anos com produções audiovisuais, com o objetivo de fortalecer e valorizar a cultura guarani mbya por meio da realização de documentários, filmes e oficinas culturais para os jovens. Também atua como líder espiritual em sua comunidade. Vive na aldeia do Rio Silveira, onde participa das decisões coletivas e busca ajudar a sua comunidade a encontrar caminhos para viver melhor. É  Conselheiro do Instituto Maracá.


Cristine Takuá

Filósofa, educadora e artesã indígena, vive na aldeia do Rio Silveira.Na comunidade do Rio Silveira é professora da Escola Estadual Indígena Txeru Ba’e Kuai’ e também auxilia nos trabalhos  espirituais na casa de reza. É também Fundadora e Conselheira do Instituto Maracá e represente por SP na Comissão Guarani Yvyrupa (CGY). Também é representante do núcleo de educação indígena dentro da Secretaria de Educação de SP e membro fundadora do FAPISP ( Fórum de articulação dos professores indígenas do Estado de SP.


Luiz Bolognesi

É roteirista e diretor de cinema. Seu mais recente documentário foi Ex‐Pajé. Lançado em 2018, o filme dirigido e roteirizado por Bolognesi, retrata a história de Perpera, um poderoso pajé do povo Paiter‐Suruí, que teve seu papel na tribo transformado após contato com os brancos. O longa recebeu menção honrosa de melhor documentário do Festival de Berlim 2018, foi premiado como Melhor Fotografia no Festival Présence Autochtone (Canadá, 2018) e Hugo de Prata no Festival Internacional de Chicago (2018). No Brasil, foi premiado pela crítica como melhor filme no festival de documentário É Tudo Verdade 2018. Atualmente, ele está em exibição em canais fechados e disponível em DVD em livrarias pelo país. Ainda na temática indígena, roteirizou o filme Terra Vermelha (2008) que retratou a realidade da tribo Guarani‐Kaiowá e teve grande repercussão internacional.


Pastor Ariovaldo Ramos

Líder da Comunidade Cristã Renovada, ex-presidente da Associação Evangélica Brasileira e um dos fundadores da Frente de Evangélicos Pelo Estado de Direito, uma resposta ao grande número de crentes que defendem a justiça, o direito e a democracia.



Próxima sessão

12 de julho, 20h

Exibição do filme Auto de Resistência, de Natasha Neri e Lula Carvalho


Agradecimentos

Buriti FilmesFortes D'Aloia e GabrielPinacoteca do Estado de São Paulo e Empanadas Rincon Dona Flora

  • Julho 2019
  • Janeiro 2019
  • Fevereiro 2019
  • Março 2019
  • Abril 2019
  • Maio 2019
  • Junho 2019
  • Agosto 2019