Homepage

Círculo de Reflexão sobre Judaísmo Contemporâneo #53 com André Liberman

26 de junho, domingo, 11h / Atividade online

De que modos as diversas identidades de gênero e orientações sexuais presentes na experiência contemporânea se relacionam com a vida judaica? Ao redor do mundo, grupos ativistas buscam a renovação dos vínculos de sentido entre a tradição judaica e as identidades LGBTQIA+, e é em torno desta conversa que o Círculo se reúne neste domingo.

Horário de funcionamento

Confira as informações antes de visitar

A Casa do Povo funciona de segunda a sábado, das 10h às 19h. A visitação é livre durante o horário de funcionamento. A programação é flexível e se adapta a cada projeto, podendo acontecer também em outros dias e horários.

Cestinha aberta Oficinas sobre educação alimentar para crianças

09 e 10 de julho / Inscrições online ou presenciais na Casa do Povo

A oficina consiste em brincadeiras sobre educação alimentar de forma lúdica e acessível para crianças entre 6 e 10 anos. A ideia é apresentar todas as etapas de produção dos alimentos, da horta ao nosso prato de comida, incentivando a autonomia a partir de conversas sobre alimentação e saúde. Saiba mais.

Nossa Voz #1022 Proliferações

Lançamento em julho

Proliferações é o tema da nova edição de Nossa Voz. A publicação editada pela Casa do Povo reúne colaborações inéditas entre ensaios, relatos, entrevistas, intervenções visuais, ficções e não ficções. Diferentes formatos  propõem diferentes maneiras de ler e ecoar as vozes que compõem cada edição. Saiba mais.

Yoga para todes

Terças e quintas / Manhã e Noite

O projeto Yoga para Todes propõe uma prática de autoconhecimento e autocuidado que busca democratizar a atividade da yoga, tornando-a acessível  para todos os tipos de corpos. Saiba mais.

Biblioteca livre

Segunda a sábado, das 10h às 18h

A Biblioteca livre ocupa as escadas da entrada da Casa do Povo e funciona como um espaço de troca e circulação de livros durante o horário de funcionamento, de segunda a sábado, das 10h às 18h.

Apoie a Casa do Povo

Conheça as formas de se engajar

O programa de apoio recorrente é uma maneira de se engajar com a Casa do Povo e garantir a manutenção das nossas atividades. Apoiando a Casa do Povo escolhendo qualquer valor por mês, você fortalece uma rede de pessoas e ações. Mais importante que o valor da sua contribuição, é a longevidade da nossa relação.

Clínica aberta de psicanálise

Sábados / Atendimentos presenciais

A psicanálise é uma prática de cuidado que busca a transformação de impasses, emocionais e da vida, a partir da fala e da escuta mútua. A Clínica aberta de psicanálise é um projeto voluntário que oferece atendimentos gratuitos na Casa do Povo aos sábados, por ordem de chegada.

Acervos

Acesse online os acervos da Casa do Povo

O acervo documental e bibliográfico da Casa do Povo está disponível para consulta tanto online como presencial, e tende a ser uma fonte para pesquisa em diversos campos do saber. Saiba mais.

Passeio sonoro pelo Bom Retiro

Audioguia que conta a história do nosso bairro

O trajeto de 55 minutos do audioguia começa e termina na Casa do Povo e percorre esquinas e ruas, comércios tradicionais, sinagogas e construções significativas para a história do bairro. Para acessar, basta usar um fone de ouvido e acessar a playlist no Soundcloud. Saiba mais.

Grupo de consumo responsável Ponto de distribuição Terra e Liberdade

Entregas quinzenais às quintas, das 12h às 18h

A Casa do Povo é um ponto de distribuição quinzenal das cestas de orgânicos da agricultura familiar. As encomendas podem ser feitas diretamente no site do projeto. Saiba mais.

Boxe Autônomo

Novas turmas presenciais de segunda à quinta

Partindo da experiência do esporte popular, o Boxe Autônomo oferece treinos de boxe na Casa do Povo com a proposta de uma academia livre e voltada ao bairro. Saiba mais sobre as novas turmas presenciais.

Coral Tradição

Segundas, às 19h30

O Coral Tradição canta exclusivamente na língua ídiche e desenvolve suas atividades na Casa do Povo desde 1989. Seu reperório é composto por músicas folclóricas e populares com o objetivo de preservar as canções e outros valores culturais criados em ídiche para transmiti-los às novas gerações.