Mostra Jorge Sanjinés: um cinema junto ao povo

MOSTRA JORGE SANJINÉS: UM CINEMA JUNTO AO POVO
Política, memória e resistência indígena na Bolívia

A Casa do Povo recebe a exibição do filme JUANA AZURDUY, GUERRILHEIRA DA PÁTRIA (2016), de Jorge Sanjinés, como parte da programação da Mostra Jorge Sanjinés: um Cinema Junto ao Povo.

Jorge Sanjinés foi o primeiro cineasta boliviano a incorporar as línguas Quéchua e Aymara nos filmes do país, realizou mais de uma dezena de longas-metragens e foi diretor do Instituto de Cinematografia Boliviana. Autor do livro "Teoria e prática de um cinema junto ao povo" (1979), inaugurou uma estética cinematográfica marcada pela sensibilidade social e por um imaginário contra-hegemônico, desenvolvendo uma nova forma de fazer cinema, junto às comunidades indígenas. A mostra JORGE SANJINÉS: UM CINEMA JUNTO AO POVO é uma retrospectiva de nove filmes do diretor, que apresentará esta obra tão pouco conhecida no Brasil.

A programação completa da Mostra, que acontece entre 28 de novembro e 03 de dezembro com exibição em diversos lugares, está disponível aqui.

30/11 - 19h
JUANA AZURDUY, GUERRILHEIRA DA PÁTRIA GRANDE
Jorge Sanjinés, 2016, 103 min. 
Entrada Gratuita

O filme aborda o encontro entre os libertadores Simón Bolívar e Antonio José de Sucre, na cidade de Chuquisaca, em novembro de 1825. Naquela época, Juana Azurduy se encontra na pobreza e narra a história de vários dos heróis montoneros da Guerra Republicana, inclusive sua própria experiência durante os 16 anos de luta contra os colonizadores espanhóis.

Direção e Roteiro: Jorge SanjinésDireção de Fotografia: Cesar Pérez/ Música: Cergio Prudencio/ Correção de cor/efeitos especiais: Cristóbal Infante.

Realização: 
Fundação Rosa Luxemburgo
Prefeitura Municipal de São Paulo
Centro Cultural São Paulo
Circuito SPCine