Clínica Aberta de Psicanálise

Vivemos um momento de grandes impasses políticos, econômicos e ecológicos que exigem da psicanálise o deslocamento de suas crenças originais de modo a escutar as singularidades das experiências contemporâneas.

A Clínica Aberta de Psicanálise vem do desejo de um grupo de analistas de que a psicanálise possa existir para além do consultório privado, de forma acessível e ampla na vida da cidade, intervindo nas condições de vida existentes a partir do entendimento do que é a vida inconsciente.

Como funciona

• O projeto funciona todos os sábados na forma de plantões psicanalíticos.
• Os atendimentos são individuais e acontecem em 4 horários: 11h, 12h, 13h e 14h.
• Os atendimentos são feitos por ordem de chegada. Uma lista é disponibilizada aos interessados no hall de entrada da Casa do Povo a partir das 10h30 com os horários disponíveis.
• São oferecidos até 03 atendimentos por horário.  
• Caso o interessado deseje retornar mais de um dia, o atendimento será feito da mesma forma, por ordem de chegada. 

A Clínica Aberta de Psicanálise é composta voluntariamente por:
Amanda Slaviero - Anne Egidio - Carolina Binatti - Daniel Golovaty - Fabrício Brasiliense - Luiza Sigulem
Maria Aparecida Miranda - Marianne De Toni - Paula Grimberg - Ricardo Cavalcante - Tales Ab’Sáber

Dúvidas e outras informações podem ser enviadas para clinicaabertadepsicanalise@gmail.com